domingo, 13 de agosto de 2017

Secretária nega notícia sobre fechamento de agência do Banco do Brasil em Jaguaribara

Publicado em  domingo, agosto 13, 2017  |  em  Economia

Em 2014, Jaguaribara em Foco noticiou o 2º ataque ao BB em
12 de dezembro. (Foto: Arquivo/2014)
O site Tribuna do Ceará informou que o Banco do Brasil anunciou o fechamento de cinco agências cearenses, entre elas a localizada em Jaguaribara.

A agência do município se tornou alvo de criminosos, sendo que em 2014 o banco foi explodido duas vezes no mesmo ano. Em novembro de 2016, após reestruturação do estabelecimento, um novo ataque impossibilitou o funcionamento da estatal, que até hoje está sem funcionar.

Este ano, 41 agências já foram atacadas no Ceará, 36 delas no interior. Como se não bastasse a insegurança, o Banco do Brasil já anunciou que vai fechar agências em cinco cidades: Madalena, Pedra Branca, Jaguaribara, Pindoretama e Itapiúna.

No entanto, a secretária de desenvolvimento econômico de Jaguaribara Lívia Israela Barreto da Silva contrariou a notícia divulgada pelo site cearense. No Facebook, ela disse:



O Gerente Ednaldo informou que a reforma do prédio e reposição dos equipamentos estará acontecendo nos próximos meses, através do processo de licitação. A previsão para a conclusão e retorno da atividades será dada até março de 2018. Inicialmente a agência voltará sem o "papel moeda", ou seja, com transações financeiras como pagamentos, transferências e outras contratações, de forma presencial ou através dos caixas de autoatendimento.


Em julho deste ano, jaguaribarenses em movimento organizado pelo Sinsemj (Sindicato dos Servidores Públicos de Jaguaribara) juntamente com movimentos sociais paralisaram um 1km da rodovia federal BR-116 no triângulo que interliga vários municípios do Vale do Jaguaribe. Um dos estopins da paralisação foi motivado pelo fechamento da agência do Banco do Brasil na cidade, como mostra a foto abaixo uma faixa manifestava repúdio ao fechamento da agência em Jaguaribara. Linhas de ônibus tiveram suas rotas atrasadas e pneus foram queimados na pista.
Foto: Divulgação/Sinsemj

Quando uma agência é fechada no interior, o saldo para os moradores é bastante negativo. Eles têm de se deslocar para outras cidades para conseguir atendimento bancário, e o movimento no comércio diminui.

Com informações de Tribuna do Ceará


Curta e compartilhe

0 comentários:

.
--
Copyright © 2013 Jaguaribara em Foco. by BloggerTheme9
back to top